Espeleologia
Destaques

       O Grupo de Espeleologia de Marabá foi fundado em 1989, com o objetivo de descobrir, explorar, documentar e preservar as cavidades geológicas naturais, como cachoeiras e estruturas ruiniformes. O grupo em conjunto com a Casa da Cultura de Marabá já descobriu e documentou mais de 2.500 cavernas nas regiões norte e nordeste do País, e hoje já é considerado um dos mais atuantes do Brasil e da América Latina. O GEM é membro da Sociedade Brasileira de Espeleologia (SBE), tem larga experiência em prospecção, documentação e topografia de cavidades naturais na região. Atualmente o grupo conta com cerca de 40 integrantes atuantes, que se reúnem na primeira 5ª feira de cada mês, com o objetivo de discutir e trocar experiências sobre espeleologia.

       No dia 01 de dezembro 1999, foi criado o jornal do GEM, com o objetivo de informar, tanto aos membros quanto aos simpatizantes do grupo, todas as atividades, bem como excursões, cursos, congressos e palestras realizadas pelo Grupo Espeleológico de Marabá, ou seja, todas as notícias, acontecimentos no cenário espeleológico nacional e muito mais. O jornal ainda traz um quadro denominado “espeleólogos em apuros”, engraçadíssimo, de humor sarcástico em relação aos micos cometidos pelos membros do GEM.
 
       Uma das maiores exposições realizadas pelo NEM/FCCM  foi a  caverna artificial que a dois anos atrai grande número de visitantes aos locais onde a mesma está em exibição. Já foi construída no centro do salão de exposições da Fundação, em escolas, Parque de Exposições Agropecuárias e outros municípios. Das exposições realizadas anualmente pela Casa da Cultura esta certamente é a que mais atrai a curiosidade dos visitantes, principalmente crianças e estudantes que não se cansam de adentrar a cavidade de aparência tão real. Sempre acompanhados de um técnico da área de espeleologia os vistantes desta caverna levam consigo conhecimentos básicos sobre sua estrutura, formação e a fauna subterrânea.
 

OBJETIVOS

  • Preservar o patrimônio espeleológico, bem como todas as cavidades naturais subterrâneas;
  • Sistematizar e analisar os dados adquiridos nos trabalhos de campo;
  • Elaborar relatórios dos estudos espeleológicos;
  • Colaborar e apoiar os estudos espeleológicos executados pelo o GEM;
  • Contribuir com a educação ambiental da população regional; 
  • Incentivar e divulgar pesquisas espeleológicas; 
  • Realizar e apoiar pesquisas espeleologicas;

   

 

 

A revista o Penta edição comemorativa dos trinta anos da FCCM, tem como objetivo a divulgação do nome de nossa cidade,seus valores,sua tradição, suas linguagens,bens culturais,materiais e imatereriais, suas surpreendentes descobertas científicas-arqueologicas, espeleológicas, botânicas, zoológicas e entomológicas Clique aqui.

 

   Rico em informações, imagens e historias marcantes o livro balsa de buriti narra em detalhes a expedição fluvial que marcou o aniversario de 100 anos de Marabá em 2013.O lançamento do livro aconteceu na noite de 28/04/2015.

 

 

 

 
Depois de muitas dificuldades para transportar a carga de buriti, da cidade de Goiatins (TO)...
 Clique aqui.
 

A revista do patrimônio arqueológico de Marabá, temo como objetivo preservar e resgatar o patrimônio historico e arqueólogico da regiao preservando a memória e a identidade de um povo para gerações futuras.       .  Clique aqui.

 

Mais da Fundação

Institucional
Publicações
Agenda
Museu
Download
Arquivo Histórico
Arquivo Fotográfico
Pinacoteca
Escola de Música
Biblioteca

Relacionamento

 /@casadaculturademaraba

 

Contato

fccmadm@gmail.com
Fone:(94) 3322-2315