Projetos Desenvolvidos
Destaques

PROGRAMA DE INCENTIVO À LEITURA – PROLER/Marabá

       Programa Nacional de Incentivo à Leitura – PROLER é um projeto de valorização social da leitura e da escrita, vinculado à Fundação Biblioteca Nacional e ao MINC – Ministério da Cultura. Presente em todo o país desde 1992, o PROLER, através de seus Comitês, organizados em cidades brasileiras, vem se firmando como presença política atuante, comprometida com a democratização do acesso à leitura. 
 
       O compromisso do Programa é com a democratização do acesso da maioria da população leitora e não-leitora, à rede de informações que sustenta as sociedades contemporâneas, contribuindo para a redução dos mecanismos de exclusão, que especialmente afastam as pessoas dos direitos de cidadania. 
 
       O PROLER pretende cada vez mais ser uma rede de referência em valorização social da leitura e da escrita presente em todo país, com qualidade, diversidade e inovação. 
 

O Comitê PROLER Marabá

      A parceria com a Biblioteca Nacional e Fundação Casa da Cultura de Marabá existe desde 1994 com a formação do Comitê Proler Marabá. Ao longo do tempo o comitê desenvolveu suas atividades no município, apoiando e incentivando a leitura. Esteve à frente da Caravana Monteiro Lobato, Médicos da alegria levando a leitura até os hospitais, Sarais, Rodas de leitura, Hora do Conto, Exposições Literárias, Feira do Livro, Palestras, inerentes à importância da leitura.
 
       O Comitê PROLER de Marabá é composto por aproximadamente 35 bibliotecas e salas da leitura cadastradas. As reuniões mensais acontecem na Fundação Casa da Cultura de Marabá onde são discutidas ações como sarais, hora do conto, dinamização e organização das mesmas, troca de experiências, minuto do escritor e palestras de incentivo à leitura.
 
       Hoje o comitê conta com uma equipe de 4 membros que coordenam suas ações, são eles: Noé von Atzingen representando a Fundação Casa da Cultura de Marabá; Catia Weirich, Pinacoteca Municipal Pedro Morbach;  Maria Amélia Hermisdoff, Escola Estadual Gabriel Salles Pimenta e Elane Pacheco representando a Biblioteca Pública Municipal.
 
       Em um país onde o ato de ler está sendo cada vez mais desvalorizado, nós do PROLER fazemos tudo ao nosso alcance para reverter este quadro. Alguns resultados positivos podem ser sentidos, como o livro sobre a história da Escola João Anastácio de Queiroz escrita pelos alunos. As ações de leitura da Escola Arco-Íris, o trabalho de criação de cordéis dos alunos do Murumurú, são ações que trazem esperanças de que é possível sim uma mudança.
 

Clique nas imagens para ampliá-las

PROJETO MEMÓRIA

       A idéia de resgatar nossa memória é antiga. Desde sua fundação em 1984 a Fundação Casa da Cultura de Marabá vem fazendo entrevistas, reunindo depoimentos, fotos e etc. Diante da necessidade de resgatar a história oral dos antigos moradores da cidade de Marabá e região, e urgência que se faz de coletar esses dados que são fonte de alto valor para a compreensão da história e da trajetória desta região, nasceu o Projeto Memória, dentro das atividades desenvolvidas pela Fundação Casa da Cultura de Marabá.
 
       Transformando histórias orais e narrativas de vidas em conhecimento histórico, possível de ser utilizado por alunos de escolas públicas e privadas e pesquisadores de diversas áreas, a Casa da Cultura de Marabá, ao longo de sua existência sempre esteve preocupada com a memória dessa região, prova disso é seu acervo construído desde 1982. Há gravações, entrevistas, fotografias, com intenção de resgatar a nossa história. 
 
       O Projeto conta com a participação de alguns setores da Casa da Cultura, como a Antropologia, Arquivo Público Manoel Domingues e Arquivo Fotográfico Miguel Pereira. Aos poucos o trabalho atraiu a atenção e despertou olhares da sociedade regional.
Em 2009, a empresa UNIMED Sul do Pará, assinou um termo de acordo/convenio com a Casa da Cultura, cedendo materiais e equipamentos para a continuação do projeto e o fornecimento de recursos utilizados pelo “Memória”.  
 
       Buscar conhecer e assegurar a existência dos valores culturais de Marabá e região, por meios de histórias de vida contadas por pessoas mais velhas, que possuem saberes populares, conhecimento tradicionais e culturais é o principal objetivo do Projeto que também está centrado na conservação da memória dos habitantes pioneiros dessa cidade registrando episódios guardados na memória dos entrevistados por meio de filmagens, fotografias e entrevistas.
 

Clique nas imagens para ampliá-las

 

PROJETO DE DIFUSÃO CULTURAL

       O Projeto de Difusão Cultural tem como objetivo realizar exposição de banners didáticos com temas regionais relevantes que possam ampliar o conhecimento sobre cultura e ciência, motivando o público alvo (principalmente escolas 
públicas) a visitarem o Museu Municipal de Marabá com sede a Fundação Casa da Cultura de Marabá apresentando assuntos relacionados à botânica, arqueologia, incentivo à leitura, arquivo histórico, pinacoteca, orquidário entre outros.
 
       O Projeto partiu inicialmente da idéia de expor os materiais e trabalhos realizados pela FCCM em Escola Públicas, mas hoje o projeto atende cerca de 30 locais dentre os quais encontram-se Escolas particulares, Prefeitura Municipal, Estação Ferroviária, Aeroporto, Rodoviárias, Fórum e também municípios vizinhos.
 
       Várias instituições participam do Projeto e estão incluídas em uma programação anual onde são apresentados até 04 banners por mês em cada localidade. Os participantes do Difusão Cultural podem também solicitar à Casa da Cultura empréstimos de banners conforme data específica ou tema à que estão interessados.
 

PROJETO DE INTERIORIZAÇÃO

       A Fundação Casa da Cultura de Marabá vem desenvolvendo o Projeto Interiorização da Cultura, cujo objetivo é levar às comunidades do interior do município um pouco de cultura, através de exposições, apresentações de música, dança, livros, palestras, vídeos e oficinas, dando também oportunidade para que as mesmas possam não só conhecer e apreciar costumes e modos de vida, mas também  ter a oportunidade de mostrar e expor as suas capacidades por meio de manifestações culturais. 
 
       A idéia da “Cultura itinerante” surgiu da necessidade que a Fundação Casa da Cultura de Marabá viu em divulgar, junto às comunidades, os resultados das pesquisas realizadas na região, possibilitando às mesmas a oportunidade de conhecerem um pouco mais da sua e da nossa cultura e história, bem como do nosso potencial turístico, ambiental e econômico. 
 
       Em cada comunidade em que o projeto é realizado há uma permuta de experiências. É o momento de permitir à comunidade local, o conhecimento de sua própria história e a difusão de seus conhecimentos, pois, por mais simples que eles pareçam ser, possuem sua devida importância para a comunidade local e para a região.
Além dos trabalhos educativos que a FCCM realiza no decorrer do projeto, o ambiente se transforma em um lugar de encontro, de festa, de exposições e de muita alegria para aqueles que inventam e reinventam a cultura nativa e popular.
 
       Todas as programações realizadas possibilitam às comunidades a divulgação dos trabalhos desenvolvidos por elas, como: artesanatos, danças, músicas, peças teatrais etc.; incentivam a leitura através de brincadeiras, dramatizações, hora do conto e contribuem no processo de aprendizagem das crianças e adolescentes fora da sala de aula, principalmente na absorção e compreensão do mundo em que vivem.
 

  Exposição  no salão da FCCM:

A Fundação Casa da Cultura de Marabá abriu no mês de agosto de 2015 , mês em que se comemora o dia do estudante, a exposição ‘’O Mundo Encantado do Livro’’, que esteve  localizada no salão de exposições da FCCM.    

O objetivo  foi aproveitar o clima de volta as aulas e estimular o gosto pela leitura em crianças e adolescentes, e teve como expositor o comitê PROLER Marabá.   

 

 

 

 

 

A revista o Penta edição comemorativa dos trinta anos da FCCM, tem como objetivo a divulgação do nome de nossa cidade,seus valores,sua tradição, suas linguagens,bens culturais,materiais e imatereriais, suas surpreendentes descobertas científicas-arqueologicas, espeleológicas, botânicas, zoológicas e entomológicas Clique aqui.

 

   Rico em informações, imagens e historias marcantes o livro balsa de buriti narra em detalhes a expedição fluvial que marcou o aniversario de 100 anos de Marabá em 2013.O lançamento do livro aconteceu na noite de 28/04/2015.

 

 

 

 
Depois de muitas dificuldades para transportar a carga de buriti, da cidade de Goiatins (TO)...
 Clique aqui.
 

A revista do patrimônio arqueológico de Marabá, temo como objetivo preservar e resgatar o patrimônio historico e arqueólogico da regiao preservando a memória e a identidade de um povo para gerações futuras.       .  Clique aqui.

 

Mais da Fundação

Institucional
Publicações
Agenda
Museu
Download
Arquivo Histórico
Arquivo Fotográfico
Pinacoteca
Escola de Música
Biblioteca

Relacionamento

 /@casadaculturademaraba

 

Contato

fccmadm@gmail.com
Fone:(94) 3322-2315